Estúdio Fimec já movimenta estilistas e expositores para a edição 2015

EstudioFimec2

Novo Hamburgo/RS – O Estúdio Fimec, que logo em sua primeira edição transformou-se numa das principais atrações da Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes, está intensificando os preparativos para o próximo ano. O objetivo é consolidar os conceitos do projeto, deixando-o ainda mais atrativo, moderno e eficiente, correspondendo e superando as expectativas dos milhares de visitantes esperados para a edição 2015 das Fimec, que acontece de 17 a 20 de março nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo.
Na terça-feira (25/11) , durante café da manhã que reuniu estilistas, designers e empresários, os coordenadores do Estúdio ( FIMEC ) , Luís Coelho, da Coelho Consultoria, e Christian Thomas, do Studio 10, apresentaram os temas que vão balizar o desenvolvimento de sapatos, bolsas e roupas de couro para 2015. “Teremos um desafio ainda maior do que na primeira edição, pois o Estúdio FIMEC foi muito bem avaliado, com grande repercussão. Foi um projeto que encantou o visitante e impactou o mercado. A ideia é repetir o modelo que deu certo, aperfeiçoando o que for necessário. Temos aqui o melhor cluster calçadista do mundo e precisamos trabalhar juntos, na mesma direção. A Fimec acontecerá num momento importante, de retomada, e que certamente contribuirá para fortalecer o setor”, observou o consultor Luís Coelho.
TEMAS – A pesquisa realizada neste ano serviu como base para a definição dos temas Urbano, Efêmeros e Extravagantes, que passam a direcionar a criação das peças que estarão expostas no Estúdio. “Estes temas devem servir como inspiração, mas todos podem agregar o que entenderem ser importante no que se refere ao resultado de suas pesquisas de tendências de mercado e de moda, tendo liberdade para interpretarem os temas comportamentais da forma que acharem mais apropriada”, destacou o estilista Christian Thomas. A ênfase que pretendemos dar ao trabalho é em referência ao comportamento que, afinal, é o que direciona o design e as soluções em termos de produtos para os consumidores de cada grupo.
A Fimec contará com aproximadamente 1.200 marcas em exposição reunindo, durante quatro dias, todas as áreas que formam o complexo coureiro-calçadista. “Assim que terminou a feira deste ano já passamos a trabalhar para a próxima edição, pois temos o compromisso de apresentar uma Fimec cada vez melhor, que traga lançamentos, proporcione conhecimento e gere negócios. E o Estúdio Fimec contribui para agregar tendências, design, estilo. O mundo muda a todo instante e precisamos nos adaptar a esta evolução. Queremos que a Fimec seja a oportunidade para que o empresário, o expositor e o visitante possam estar conectados com todos os setores, desde a tecnologia até o produto final. Precisamos nos impor não só internamente, mas também no mercado internacional”, afirmou o diretor-presidente da Fenac, Elivir Desiam.
A Fimec é uma realização da Fenac e da Prefeitura de Novo Hamburgo e tem o patrocínio da Sicoob Ecocredi – Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empresários do Vale do Paranhana e a Transduarte, contando com a parceria das principais entidades do setor: ABECA – Associação Brasileira de Estilistas de Calçados e Afins; ABQTIC – Associação Brasileira de Químicos e Técnicos da Indústria do Couro; ABRAMEQ – Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os Setores do Couro, Calçados e Afins; ACI-NH/CB/EV – Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha; AICSul – Associação das Indústrias de Curtume do Rio Grande do Sul; ASSINTECAL – Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos; CICB – Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil; IBTeC – Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos; e Universidade Feevale.
Assessoria de imprensa Fenac
Foto: Estúdio Fimec apresentou temas que vão nortear o desenvolvimento de produtos
Crédito: De Zotti/Assessoria de Imprensa